Diego Mouro

Artista Plástico – São Bernardo SP – no 358 desde 2018 – Sala 23

Diego é artista autodidata e muralista, constrói sua trajetória artística a partir dos saberes e práticas ancestrais, transformando o processo de produção artístico em parte de um ritual e busca pelo resgate do passado numa ponte para a construção de novas narrativas de futuro e ressignificação do presente. Trabalhos que perpassam as questões raciais de dor e promovem o encontro de elementos e símbolos tradicionais da cultura negra e sua relação com o Brasil, buscando assim entender como nosso regionalismo foi construído em cima de hábitos africanos e de que forma foram transformados em costumes e crenças que só existem aqui como o congado e o candomblé.

Com técnicas e influências que vão da arte tradicional à arte de rua, passando pela pintura contemporânea, reflete sobre o completo estado de impermanência do ser e das coisas enquanto mistura realismo e traços inacabados. Seus trabalhos respeitam a tradição do muralismo e constroem uma narrativa não verbal, compartilhando conhecimento e sendo parte de processos formativos na construção de uma nova narrativa histórica da arte e das culturas tradicionais.