Exposição Soy Panday

Desde que vi a parte do Soy Panday no Static 3 >>> http://bit.ly/2sB1WTl , pensei, esse cara é foda! Além de andar muito, tem um estilo que da pra ver algo além das manobras. Tem um pouco de Índia, muito de França e o mundão afora.

 

Exposição Soy Panday
Exposição Soy Panday
Exposição Soy Panday
Exposição Soy Panday
Exposição Soy Panday

Vir pra Paris era uma questão de tempo, sabia que na melhor hora teria essa oportunidade, e ela chegou de repente. O melhor de tudo, fiz a conexão com o Benjamin Debert pra ficar na casa dele, e ele me disse, você vai chegar no dia 23 e no dia 24 tem abertura de uma exposição do Soy.Tinha certeza que o Soy é um cara firmeza, pois o Fernando Denti e o Dalmo Roger têm trocado idéia direto com ele e foi o que eles falaram, o cara é dos nosso. Trombei ele umas 2 horas antes da abertura lá mesmo na galeria, ele estava finalizando umas coisas e fiquei ali de bobeira. Fomos comprar umas paradas no mercado e ele falou um pouco da sua rotina, que fica entre andar de skate, os trampos da Magenta (ele é fundador da marca e diretor artístico) e seus trabalhos autorais.

Pra essa exposição, Soy apresentou sua nova coleção de desenhos delicados, místicos. Ele disse que ainda não havia acabado a série, e que não queria vender, mas talvez pela ocasião venderia. Essa série ele começou a fazer depois de uma viagem ao Peru, onde fez diversos rituais de ayahuasca em uma semana. Falou que esses dias foram fundamentais para enxergar muita coisa do seu passado, coisas que não enxerga normalmente e foi a partir daí que surgiram diversos símbolos e representações que estão nos trabalhos apresentados. São trabalhos muito ricos em nuances, e detalhes que só é possível observar de perto. Olhando de longe parecem cores chapadas. A textura dos traços vai aparecendo conforme se chega perto e toda a atmosfera do trampo salta pra fora.

Conheci algumas pessoas nesse dia, voltei lá na galeria uns dias depois e fizemos praticamente uma “reabertura”, o Soy estava indo lá sempre dar uma atenção e trocamos várias idéias. Paris tem uma galera massa, em breve teremos uma entrevista com o Soy na revista que o Dalmo e o Denti estão armando.

Texto e fotos: Renato Custódio