Intervenção na capa: Bruno Schilling

 

Hoje com 31 anos, Bruno começou a pintar na rua aos 17, através do grafitti. Se formou em Design Visual pela Universidade Feevale mas sua relação com a arte começou bem antes disso, frequentava uma escola de educação infantil voltada para o ensino da arte, lá teve contato com pintura, desenho, xilogravura e marcenaria, uma oportunidade que o fez desenvolver muito seu lado artístico dos 6 aos 12 anos de idade.

Bruno nos contou que atualmente se inspira nos mestres da arte cinética: Carlos Cruz-Diez, Julio Le Parc e Israel Pedrosa. E também que sempre foi influenciado pelos seus amigos. Pra Bruno, tentar viver de arte já é um ato político, o que mais curte é pintar murais de larga escala na rua, e acrescenta:

“Não proponho uma posição ideológica através das obras, principalmente pelo fato do meu trabalho ser abstrato/geométrico. Mas tento fazer um tipo de arte que acompanhe o tempo que vivemos, que é baseado na relações de modernidade líquida, velocidade, transformação, dinamismo.”

 

 

Para a arte na capa da Vista a.d.d., nossa última edição lançada no ano passado, Bruno usou a técnica do spray. E trabalhou a cor como um fenômeno de movimentação. Nós achamos o resultado muito louco, assim como tudo que o Bruno faz!

Se liga também em fotos de outros trampos desse cara:

I Love POA, no qual Bruno foi convidado para expor seu amor pela capital e um mural de rua autoral e uma tela, chamada Portal Cromático 2.

Pra saber mais sobre Bruno Schilling e seus trampos, é só visitar o Instagram dele: @brunoschilling