Cuidado, Perigo: a história da pista de skate do clube 12

Publicado em 21/01/2022

Por Flavio Samelo

Pesquisar a história das coisas, seja lá qual for o assunto, é uma das funções mais memoráveis que um ser humano pode se por a fazer. Sabendo o que aconteceu se evitam erros e problemas futuros, mas também se acaba conhecendo o porque de certas coisas, de onde vieram, como vieram, ou, o que estão fazendo ali. Querendo mostrar uma dessas histórias, os skatistas de Florianópolis Rodrigo Jaca, Gabriel Sândalo, Dimitri Sândalo e Júnior Cachorro se juntaram numa missão que parecia impossível: levantar a história da pista do Clube 12 em um documentário independente. O lendário “Snake do 12” foi palco de várias gerações do skate catarinense e brasileiro também. Nomes como César Gyrão, Junae Ludvig, Bob Burnquist, Nilton Urina entre tantos outros já gastaram suas rodas nas curvas perigosas da pista. Com o titulo de Cuidado, Perigo!, o documentário dirigido por Gabriel Sândalo, mostra imagens históricas dos anos 70, 80 e 90 com depoimentos atuais dos personagens dessa verdadeira história do skate brasileiro. 

O que foi o Clube 12?
O Clube 12 de Agosto é um clube social tradicional de Florianópolis. Fundado em 1872, conta com três sedes que possuem uma infra-estrutura de lazer, eventos sociais e esportes. Na sede de Jurerê, na praia de Jurerê Internacional, está localizada a pista de skate do Clube 12, que foi construída em 1978, acompanhando a tendência da popularização do skate na década de 70. A Pista de Skate do Clube 12 (snake) é a pista mais antiga de Florianópolis e possivelmente a pista mais antiga do Estado de Santa Catarina. Posteriormente em 1989 foi construído um half pipe junto ao snake, acompanhando a popularização do skate vertical na época.

O que é o Clube 12 hoje?
O Clube 12 ainda mantém suas atividades de clube social, porém com um foco diferenciado, se olharmos pelo ponto de vista do skate. Com a mudança de hábitos da sociedade, muitos sócios deixaram de frequentar o clube e os filhos que eram skatistas, que frequentemente utilizaram a pista nas décadas de 70, 80 e 90, passaram a praticar o skate em pistas públicas de fácil acesso. Além disso, os skatistas de Florianópolis em geral, passaram a não mais utilizar a pista do Clube 12, andado mais na rua.

Qual a importância dos eventos que aconteceram por lá?
Pode-se dizer foi muito importante para o skate de Florianópolis e também para o skate nacional, pois ali passaram pelo menos 3 gerações de atletas. Destaque para o campeonato brasileiro de 1978, um dos primeiros eventos de skate realizado no Brasil, reunindo vários nomes importantes para o skate na época como: Cesinha Chaves, Jun Hashimoto, Luis Roberto Formiga, Cesar Gyrão, entre outros.

Mais tarde em dezembro de 1989 foi realizado o Invert Skate Rock, campeonato nacional de vertical, organizado por Christian Rosa, sendo um marco na história do skate na cidade, contando com vários nomes do skate nacional, Junae Ludvig, Lemoel Dinho, Rogério Mancha, Crisitano Mateus e Bob Burnquist.

Nos anos 90 a pista desempenhou papel importante, sendo um espaço para a prática do skate, já que na época não existiam pistas públicas na cidade como existe hoje. Naquele tempo o skate praticado na rua começou a ser praticado em massa e a pista do Clube 12 passou a ser a skatepark de muitos atletas de Florianópolis.

O mais importante na história da pista do Clube 12 é que ela durou aproximadamente 20 anos, estando ligada diretamente ao skate da cidade. A pista presenciou toda a evolução do esporte, justamente nas décadas que o skate passou pelas maiores transformações de sua história, em termos de manobras, equipamentos e conceito.

Além disso, é interessante notar o fenômeno que aconteceu por volta do ano de 1998, que com o surgimento de pistas públicas mais adaptadas às novas necessidades do skate, os frequentadores da pista do Clube 12 migraram para outros locais para praticar o esporte, o que mostra que a história da pista teve um início meio e um fim.

Por que vocês decidiram fazer esse documentário?
O interesse em fazer o documentário surgiu da vontade valorizar a história do skate em nossa cidade e do nosso estado. Achamos justo dar crédito às pessoas que se dedicaram ao skate antes de nós e que inspiraram as novas gerações a entrar no esporte. Além disso, o fato de andarmos de skate a mais de 20 anos, conhecermos a história e trabalharmos com vídeo, fez com que acreditássemos que poderíamos contar essa história de uma maneira interessante, e não simplesmente um vídeo de manobras.

Poderíamos facilmente ter feito um documentário sobre o Mama Cavalo ou sobre a OitoMilimetros para promover nossa imagem ou falar de uma pessoa ou outra. Entretanto, a proposta do “Cuidado Perigo” é realizar um trabalho diferenciado, dentro de nossa vivência no skate, contando parte da história do skate em Florianópolis, e, em Santa Catarina. Já tínhamos conversado sobre a possibilidade de fazer um documentário sobre o skate em Florianópolis ou em Santa Catarina, porém se fizéssemos um filme com esta abrangência alguém poderia dizer “Ah, mas o skate de Floripa e de Santa Catarina não é só isso”. Por isso decidimos contar a história do ponto de vista da Pista do Clube 12, ou seja usando a pista como fio condutor da história pois ela esteve presente em nossa trajetória no skate e sem dúvida é um ponto significativo na história do skate na cidade e no estado.

O propósito deste documentário é buscar informações sobre porque a pista foi construída, quem teve a iniciativa, como foi a construção. Como foi a evolução da pista e quais pessoas que passaram por lá e suas histórias no skate e porque ela parou de ser utilizada, porque o Clube não investiu mais nela também. Além disso, procuramos buscar respostas para outras questões: Existiram outros marcos na história da pista que não conhecemos? Com o movimento old school (que é um retorno das manobras e estilo de skate da época da pista do Clube 12) será que a pista pode ter uma nova vida? Qual a relação do street skate, modalidade que teve grande expansão no início dos anos 90, com a história da pista do Clube 12.

Cuidado Perigo: a história da pista de skate do clube 12
Equipe: Gabriel Sândalo direção / edição
Dimitri Sândalo supervisor de som
Junior Cachorro edição / finalização
Rodrigo Jaca produção / roteiro / pesquisa